Movimento dos Entregadores Antifascistas

Crônica | Prefiro não (morrer)

Crônica | Prefiro não (morrer)

Um ano depois do trágico episódio, a Rappi continua sem proteger funcionários de ameaças como a que matou Thiago. Em plena pandemia do coronavírus, quando o país atinge a marca de 65.556 mortos por covid-19, entregadores vinculados à empresa não recebem nenhuma garantia de segurança para exercerem o trabalho