Alimentação é poder. O que escolhemos comer ou o que não podemos escolher. Se cozinhar é uma tarefa exclusiva das mulheres ou se o trabalho doméstico é compartilhado. Se uma determinada cultura alimentar é reconhecida ou ignorada. 

Se alguém é expulso da terra. Se uma empresa assume o papel de nos educar em relação ao que vai parar no nosso prato. Tudo isso é poder. A disputa pelo significado das palavras e pelo afeto dos nossos estômagos. 

Alimentação pode ser sinônimo de opressão. Ou de resistência. Em todas as relações humanas, lá está a comida. E lá está a política. Lá está o poder. A terceira temporada do Prato Cheio falará sobre o encontro entre esses elementos. 

São oito episódios que vão te levar para lugares como uma churrasqueira, para dentro de um presídio ou até o armário da sua cozinha – onde, muito provavelmente, já teve uma lata de Leite Moça. 

Os episódios saem a partir de 06/04, toda terça-feira, às 16h, nos principais tocadores de podcast.