O milagre do whey

O milagre do whey

Os suplementos proteicos são os mais vendidos dentro da categoria de suplementos alimentares. E o whey protein, longe de sair de moda, ganha mais adeptos à medida que a febre das proteínas vai construindo discursos e moldando hábitos. Em 2023, o Brasil importou espantosos 54 milhões de dólares em soro de leite. Mas a gente […]

O império da proteína

O império da proteína

Neste episódio buscamos as origens do império da proteína e tentamos entender por que segue-se a insistir na tese de escassez e riscos.

Até que o progresso nos separe

Até que o progresso nos separe

Por que a ideologia do progresso segue de pé? Este episódio narra o trajeto para entender quando essa ideologia se mostrou materialmente inviável, e por que segue a guiar governos, empresas e nossas sociedades. No final, uma reflexão amarga sobre os governos progressistas.

Quem ganha com a obesidade?

Quem ganha com a obesidade?

A obesidade é um dos grandes temas no debate contemporâneo sobre saúde. Enquanto o discurso biomédico a mantém no rol das patologias, pesquisadores, militantes e profissionais da clínica ressaltam os fatores sociais envolvidos. Na abordagem do combate, o alvo vira os corpos gordos. E quem ganha, como sempre, é o mercado.

Agroecologia não é mercadoria

Agroecologia não é mercadoria

O termo é relativamente recente, mas os saberes são antigos e, com muita resistência, cultivados. Agroecologia é o tema deste episódio que, para além do conceito sendo construído a muitas mãos e cabeças, mostra a prática de quem vive e trabalha na terra por aquela que pode ser uma alternativa sistêmica ao agronegócio.

É impossível comer um só

É impossível comer um só

No último episódio da série, contamos como um corpo crescente de pesquisas tem mostrado uma relação entre ultraprocessados e problemas de saúde mental

Cimento, açúcar e aditivos

Cimento, açúcar e aditivos

Se os ultraprocessados são engenharias, os aditivos são o cimento. Os conduítes. Os fios elétricos. E, principalmente, são a massa corrida e as tintas. No terceiro episódio da série “A máquina de criar problemas”, nossa equipe vai até a cozinha tentar entender o funcionamento dos aditivos.

Vale por um bifinho?

Vale por um bifinho?

Ninguém melhor do que o Danoninho soube usar a ciência para uma construção de marketing que dura décadas. O reducionismo nutricional segue a fazer desse ultraprocessado clássico um sinônimo de comida “saudável” para crianças (e bebês). No segundo episódio da série “A máquina de criar problemas”, investigamos o histórico deste produto, e a maneira como os micronutrientes são usados como uma ferramenta de publicidade para encobrir os problemas dos ultraprocessados.