O deserto do caipira

O diálogo entre cultura caipira e monocultura é um bocado tenso. Uma é marcada pelas relações locais e de compadrio. A outra, pela exportação aos quatro cantos do mundo, sempre de olho no maior lucro possível. O avanço dos eucaliptais pelo Vale do Paraíba, no interior de São Paulo, fornece um exemplo de como o agronegócio pode destroçar aspectos sociais, ambientais e culturais formados ao longo de séculos. Hoje, uma área do tamanho de Pernambuco está coberta por florestas plantadas no Brasil. Seguindo o exemplo do boi e da soja, o eucalipto empreendeu a grande marcha ao oeste.

 

Entrevistados:

  • Izaltino Lobo de Oliveira, agricultor

  • Marcelo Toledo, vereador

  • Leda Nardi, professora

  • Rildo Moreira, pesquisador na Estação Experimental de Ciências Florestais Itatinga da Esalq-USP

Fontes de informação citadas no episódio

  • Livro Problema vital, Jeca Tatu e outros textos fala que foram impressos cem milhões de exemplares do material sobre o Jeca até 1982, apresentando a “preguiça” do caipira como problema causado por verminoses
  • Livro A culinária caipira da paulistânia aborda a culinária caipira como herdeira de hábitos indígenas, e estendendo-se por uma ampla região que abarcava boa parte do Brasil
  • Livro Parceiros do Rio Bonito, de Antonio Cândido, aborda os traços fundamentais da cultura caipira e analisa as perdas diante do avanço do paradigma do desenvolvimento

Para saber mais:

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro Virginia Toledo & João Peres | Narração João Peres | Edição de Som Victor Oliveira | Produção Marina Yamaoka | Design Denise Matsumoto & Clara Borges | Mídias Sociais Amanda Flora

Trilha sonora Blue Dot Sessions

Matérias relacionadas