Fabricantes de produtos líderes em vendas apresentam excesso de sal, açúcar e gorduras na maior parte do portfólio

Maior parte do portfólio das empresas também contém excesso de sódio ou gorduras saturadas 

Um levantamento inédito realizado pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, o Idec, a pedido do Joio mostrou que mais de 60% dos produtos das empresas M. Dias Branco e Mondelez disponíveis nas prateleiras em 2017 continha excesso de açúcar. 

A M. Dias Branco é dona de marcas como Piraquê, Adria e Vitarella, enquanto a Mondelez fabrica os chocolates Lacta, Bis, Oreo e outros.  

A análise realizada pelo Idec submeteu uma base de dados com 148 produtos da M. Dias Branco e 120 da Danone – coletada em 2017 e composta por todos os produtos de cinco supermercados de diferentes regiões do Brasil – aos critérios nutricionais estabelecidos pelo Perfil Nutricional da Organização Pan-Americana de Saúde, a Opas

Para ser considerado excessivo em açúcar pelo critério da Opas, um produto precisa ter 10% ou mais de seu valor energético (kcal) proveniente de açúcares livres (adicionados). 

A M. Dias Branco e  foi procurada através de sua assessoria de imprensa, mas não respondeus aos questionamentos do Joio até o fechamento da reportagem. A Mondelez respondeu que não vai comentar. 

De acordo com o levantamento, 66% dos produtos da M. Dias Branco e 69% dos produtos da Mondelez continham excesso de açúcar. Setenta e dois por cento do portfólio da M. Dias Branco também foi considerado excessivo em gorduras saturadas, enquanto 51% dos produtos Mondelez foram considerados altos em sódio. 

Ainda segundo a análise, 89% dos produtos da M. Dias Branco e 100% dos produtos da Mondelez receberiam ao menos um alerta nutricional da Opas

 Alertas chilenos. Imagem: Manual de etiquetado nutricional de alimentos/Governo do Chile

O PN da Opas prevê seis alertas de conteúdo nutricional, que podem indicar excesso de sódio, açúcares livres (adicionados), gorduras saturadas, trans e totais, e presença de adoçantes artificiais (edulcorantes).

Alguns produtos da M. Dias Branco e da Mondelez chegariam a receber simultaneamente 4 alertas de excesso de conteúdo nutricional. 

É o caso do Biscoito de Aveia e Mel da Piraquê, que tem alto conteúdo de açúcar, gorduras totais, gorduras saturadas e sódio; e da bolacha Amandita, que tem alto conteúdo de açúcar, gorduras totais, saturadas e gordura trans. 

O levantamento completo abrange outras sete grandes empresas da indústria alimentícia nacional – Vigor, Danone, Mãe Terra, Unilever, Mondelez e M. Dias Branco – e pode ser acessado aqui.

Matérias relacionadas