Mais da metade dos produtos JBS e BRF têm excesso de sal e gordura, mostra levantamento inédito

Análise feita pelo Idec a pedido do Joio aplicou perfil de nutrientes da Opas ao portfólio das duas gigantes da carne e constatou altas quantidades de aditivos nocivos à saúde 

Um levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, o Idec, a pedido do Joio mostrou que mais da metade dos produtos da BRF e da JBS presentes nas prateleiras em 2017 continha excesso de sal e gorduras totais e saturadas. 

As pesquisadoras responsáveis pela análise submeteram uma base de dados com 526  produtos (326 da JBS e 167 da BRF) coletada no ano de 2017 aos critérios do Perfil Nutricional da Opas, e constataram excesso em grande parte dos produtos.

Os resultados mostraram que 55% dos produtos da JBS tinham excesso de gorduras saturadas e 64% tinham excesso de sódio. No caso da BRF, 77% tinham excesso de gorduras totais e 77% excesso de sódio. A empresa é dona das marcas Sadia e Perdigão, entre outras.

É interessante notar também que há produtos com excesso de açúcar. Na categoria “Frios e embutidos”, 12,2% dos produtos da JBS receberiam um alerta desse tipo. No caso da BRF, 17,4%. 

Para ser considerado excessivo em gorduras saturadas pelos critérios da Opas, um produto deve ter 10% ou mais de seu valor energético total (kcal) proveniente de gorduras saturadas. No caso do sódio, o produto deve ter 1mg ou mais de sódio por quilocaloria (kcal).

Procurada pelo Joio, a JBS afirmou que não vai comentar o estudo. 

 Alertas chilenos. Imagem: Manual de etiquetado nutricional de alimentos/Governo do Chile

O levantamento também mostrou que 44% dos produtos da JBS e 58% dos produtos BRF receberiam simultaneamente três alertas de conteúdo nutricional previstos no Perfil Nutricional da Opas

O modelo da Opas prevê seis alertas de conteúdo nutricional, que indicam excesso de sódio, açúcares livres (adicionados), gorduras saturadas, trans, totais e presença de adoçantes artificiais (edulcorantes). 

Ao mesmo tempo, 8,1% e 13,8% dos produtos da JBS e da BRF, respectivamente, receberiam simultaneamente quatro alertas de conteúdo nutricional. 

É o caso do Escondidinho de Frango da Sadia, que tem alto conteúdo de açúcar livre, gordura total, gordura saturada e sódio; e do “nuggets” de frango com queijo Turma da Mônica, da Seara, que é alto em açúcar livre, gorduras totais, saturadas e sódio.

Por último, a análise também mostra que algumas categorias de produtos merecem atenção especial. É o caso do segmento de refeições prontas da JBS, em que 96% dos produtos contêm excesso de gorduras saturadas, e de frios e embutidos da BRF, em que 98% dos produtos têm excesso de sódio. 

O levantamento completo abrange outras sete grandes empresas da indústria alimentícia nacional – Vigor, Danone, Mãe Terra, Unilever, Mondelez e M. Dias Branco – e pode ser acessado aqui.

Matérias relacionadas