2ª Temporada

Depois de uma estreia de sucesso, o Prato Cheio volta ao ar para com uma segunda temporada. Dessa vez, vamos tratar de como a relação da indústria de alimentos com a ciência afeta os nossos sistemas alimentares, moldando hábitos, distorcendo consensos científicos e influenciando a adoção de políticas públicas.



Episódio 4 – T2 | A pandemia na pandemia

A maneira como a indústria dos alimentos ultraprocessados lida com a grave epidemia global de obesidade lembra a brincadeira infantil “comigo não morreu”. As empresas responsáveis por lotar as prateleiras dos supermercados com comida-porcaria utilizam todas as estratégias possíveis e imagináveis para empurrar a responsabilidade pela obesidade para longe de si. Colocam em prática estratégias para se isentar do problema que ajudaram a criar com seus produtos cheios de açúcar, sódio e gordura.


Entrevistados

  • Fernanda Rauber, pesquisadora do Nupens/USP e professora colaboradora do Departamento de Nutrição da USP.
  • Mario Carra, presidente Abeso (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica)
  • Fabio Gomes, assessor regional de Nutrição e Atividade Física, OPAS/OMS
  • Mélissa Mialon, engenheira de alimentos e doutora em saúde pública. Pesquisa conflito de interesses na indústria de alimentos na América Latina.

Fontes de informação citadas no episódio

Dados, pesquisas e relatórios

Reportagens

Para saber mais…

Livro A Dieta Neoliberal, de Gerardo Otero (Editora Elefante)
Podcast Parece comida, mas não é
Reportagem Obesidade não é definida pelo peso, diz nova diretriz do Canadá (BBC News, em inglês)

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro Marina Yamaoka | Narração Juliana Geitens & Marina Yamaoka | Edição de Som Victor Oliveira | Produção Marina Yamaoka | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda FloraTrilha sonora Blue Dot Sessions | Direção de temporada Guilherme Zocchio



Episódio 3 – T2 | Pobre come qualquer coisa?

A pandemia do novo coronavírus agravou a situação de muitos brasileiros que já se encontravam em situação de vulnerabilidade social. Iniciativas públicas, privadas e da sociedade civil foram organizadas para tentar fazer com que comida chegasse ao prato de quem mais precisa. No caso das cestas básicas distribuídas pelo governo do Estado de São Paulo, isso significou não só disponibilizar arroz e feijão, mas também itens ultraprocessados que foram doados por empresas como Danone, Bauducco e Nestlé. O consumo de alimentos ultraprocessados, em geral, está relacionado a problemas de saúde como obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares que, por sua vez, são fatores de risco para casos fatais de Covid-19.

Entrevistado

  • Kiko Afonso, diretor-executivo da Ação da Cidadania

 Fontes de informação citadas no episódio

Dados

Reportagens

Para saber mais…

Iniciativas mencionadas no episódio

Favela Orgânica
Projeto Campo Favela
Pontes da Terra
De Ponta a Ponta
Anticorpos agroecológicos

Podcast — Prato Cheio episódio 3 | T1 – Fome, uma coisa horrorosa

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Direção de temporada Guilherme Zocchio | Roteiro Marina Yamaoka | Narração Guilherme Zocchio & Marina Yamaoka | Edição de Som Victor Oliveira | Produção Marina Yamaoka | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda FloraTrilha sonora Blue Dot Sessions



Episódio 2 – T2 | A Coca-Cola e os interesses na ciência

O investimento que a Coca-Cola faz para apoiar pesquisadores é bem menos conhecido do que as suas propagandas ou campanhas de marketing. No entanto, os interesses da empresa na ciência podem ser um fator muito mais decisivo para o poder que ela detém. Nessa seara, estão práticas de financiamento de pesquisas que acobertam fatos, como o de que refrigerantes fazem mal à saúde, e distorcem evidências, acarretando problemas sanitários mundo afora. 


Entrevistados

  • Camila Maranha Paes de Carvalho, professora adjunta na Faculdade de Nutrição da Universidade Federal Fluminense. Tem experiência na área de Nutrição, principalmente nos temas de políticas públicas de alimentação e nutrição, segurança alimentar e nutricional e conflito de interesses.
  • Paulo Serôdio, do Departamento de Sociologia da Universidade de Oxford. É um dos pesquisadores envolvidos no estudo de 2018 que coloca em xeque a política de transparência da Coca-Cola em relação ao financiamento de estudos científicos.

Fontes de informação citadas no episódio

Dados e pesquisas

Reportagens

Para saber mais…

Livro — Uma Verdade Indigesta, de Marion Nestle (Ed. Elefante)
Podcast — Prato Cheio | Episódio 5 – Superalimentos

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Direção de temporada Guilherme Zocchio | Roteiro Marina Yamaoka | Narração Juliana Geitens & Victor Matioli | Edição de Som Victor Oliveira | Produção Marina Yamaoka | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda FloraTrilha sonora Blue Dot Sessions



Episódio 1 – T2 | A indústria na mesa do café da manhã

Tornou-se lugar-comum a concepção de que o café da manhã é “a refeição mais importante do dia”. A ideia ganhou força com estudos que associam a ingestão matinal de alimentos a benefícios à saúde. Pesquisas que reforçam essa noção, no entanto, servem mais a interesses comerciais do que científicos, pois recebem financiamento de empresas que vendem produtos lácteos e cereais açucarados. Contraditoriamente, o consumo destes itens —em geral, ultraprocessados— está não só relacionados a problemas de saúde, como também à descaracterização de hábitos alimentares culturais.



Entrevistadas

  • Daniela Silva Canella, professora Adjunta do Departamento de Nutrição Aplicada e do Programa de Pós-Graduação em Alimentação, Nutrição e Saúde do Instituto de Nutrição da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.
  • Adriana Salay, historiadora que estuda Brasil contemporâneo e temas relacionados à fome, identidade e hábitos alimentares.

Fontes de informação citadas no episódio

Estudos

Reportagens

Para saber mais…

Livro — “História da Alimentação no Brasil”, de Luis da Câmara Cascudo
Podcast — Prato Cheio | Episódio 1 – T1 Parece comida, mas não é

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Direção de temporada Guilherme Zocchio Roteiro Marina Yamaoka e João de Mari | Narração Guilherme Zocchio & Marina Yamaoka | Edição de Som Victor Oliveira | Produção Marina Yamaoka | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora | Trilha sonora Blue Dot Sessions

Esse podcast está no ar graças ao apoio da Fundação Heinrich Böll e das doações de 276 ouvintes que participaram de uma campanha de financiamento coletivo

*

Petiscos

Enquanto a segunda temporada do podcast Prato Cheio está no forno, preparamos uma série de boletins especiais para “enganar o estômago” e deixar a água na boca para o prato principal.


Petisco 1 | Os abates da Covid-19

A maior parte dos frigoríficos de grande porte está em cidades pequenas. Sistemas de saúde frágeis, média salarial baixa, poucas associações organizadas de trabalhadores. Um dos líderes mundiais na produção de carnes, o Brasil vê os casos de Covid-19 explodirem em municípios que abrigam frigoríficos. A falta de dados e a inação de parte do poder público formam uma tempestade perfeita, como mostra a investigação do Joio.


Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro e narração João Peres & Juliana Geitens | Produção & edição Victor Oliveira | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora

*

1ª Temporada

A primeira temporada do Prato Cheio tratou, em sete episódios canônicos e um bônus dos alimentos ultraprocessados: o que são, o que fazem e de onde vêm. Depois, em cinco capítulos especiais, o podcast, já no início da pandemia, abordou os efeitos que a crise do coronavírus trouxe para o sistema alimentar.



Episódio bônus #1 | Uma cozinheira de mão cheia: Paola Carosella

O primeiro episódio de entrevista do Prato Cheio recebe uma cozinheira de mão cheia. Desde os 18 anos, o lugar dela no mundo é a cozinha. Ela é dona do Arturito, um restaurante de comida caseira muito bem feita, em São Paulo. Tem uma rede de cafés que serve empanadas, com um nome adorável de falar: La Guapa. Também é mãe, esposa, filha, tuiteira e, além de tudo isso, apresentadora do programa de televisão MasterChef.



Entrevistada

  • Paola Carosella, empresária, cozinheira e apresentadora do programa de televisão MasterChef

Para saber mais…

Acompanhe o site pessoal da Paola Carosella e siga ela nas redes sociais (Twitter e Instagram). Também veja a página dos restaurantes dela na internet: Arturito e La Guapa.

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro Guilherme Zocchio & Natália Silva | Narração Guilherme Zocchio & Natália Silva | Produção & edição Natália Silva | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora



Especial coronavírus | #5

A pandemia de Covid-19 trouxe à tona a necessidade de um sistema público de saúde forte em âmbito global. No Brasil, também reavivou os problemas sanitários que a desigualdade social produz. No mesmo contexto, a iminência da fome em diversos países desperta a necessidade de fomentar novas práticas no sistema alimentar. Com entrevista com o ex-diretor da FAO e ex-ministro José Graziano, este episódio dá sequência às discussões sobre o mundo pós-coronavírus. Dessa vez, no tocante à saúde e à alimentação.


Entrevistados

  • José Graziano, agrônomo, ex-diretor da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), professor universitário e ex-ministro extraordinário da Segurança Alimentar e Combate à Fome no Brasil
  • Laura Feuerwerker, médica clínica e sanitarista, professora associada da Faculdade de Saúde Pública da USP

Fontes de informação citadas no episódio

Dados

Reportagens

Para saber mais…

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro Guilherme Zocchio | Narração Guilherme Zocchio & João Peres | Edição Victor Oliveira | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora



Especial coronavírus | #4

O resultado do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro nos últimos anos e a pandemia do coronavírus são dois fatos que questionam a eficiência de certas políticas adotadas no país. Além deles, a criação de um programa de renda básica, apesar de limitado e emergencial, mostra que há algo novo nas discussões sobre economia. Este episódio do podcast toma tais eventos como um exercício para pensar o futuro do Brasil. [SPOILER] Outrora, um poeta perguntou: “Quantas anos precisará um povo existir até que possa alcançar a liberdade?”


Entrevistados

  • Daniel Pereira Andrade, sociólogo, professor de sociologia na Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP)
  • Grazielle Custódio David, doutoranda em desenvolvimento econômico pela Unicamp, produtora do podcast ‘É da sua conta’ e assessora da Red de Justicia Fiscal de América Latina y el Caribe

Fontes de informação citadas no episódio

Dados

Reportagens

Trechos de vídeos utilizados nesse episódio

Para saber mais…

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro Guilherme Zocchio | Narração Guilherme Zocchio & João Peres | Edição Victor Oliveira | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora
Trilha sonora Blue Dot Sessions



Lavando a louça suja | #1

A criação de um imposto para desestimular o consumo de produtos que fazem mal à saúde e oneram o sistema público entrou no debate da reforma tributária. De maneira surpreendente, um dos defensores da proposta é o ministro da Economia, Paulo Guedes. Quais os prós e os contras de determinar uma tributação especial para álcool, tabaco e comida-porcaria? A medida desestimula o consumo? Pune os mais pobres? Deve ser acompanhada de outras políticas públicas?


Entrevistados

  • Tathiane Piscitelli, professora de direito tributário e finanças públicas da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas, é doutora e mestre em direito pela Faculdade de Direito da USP
  • Flavio Rubinstein, professor da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas, doutor e mestre em Direito Econômico, Financeiro e Tributário pela Faculdade de Direito da USP. Mestre pela Harvard Law School.

Para saber mais

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro João Peres | Mediação João Peres | Edição Natália Silva | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora
Trilha sonora Blue Dot Sessions



Especial coronavírus | #
3

Os agricultores que levam comida ao prato de milhões de brasileiros também sofrem os efeitos da Covid-19. Pequenos produtores rurais sentem não só os efeitos econômicos da crise desencadeada pela pandemia da nova doença, como eles temem que sejam infectados. Pelo menos 15% da população brasileira vive no campo, segundo o IBGE, e o país tem 15 milhões de produtores rurais, com uma parcela considerável incluída nos grupos de risco.


Entrevistados

  • Milton Fornazieri, dirigente do setor de produção do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST)
  • Aristides Santos, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag)
  • Jairo Francisco Bauer da Rosa, produtor rural da Rede Ecovida em Torres, no litoral norte do Rio Grande do Sul
  • Paula Silva Ferreira, agricultora da Rede Povos da Mata em Irecê, no interior da Bahia

Fontes de informação citadas no episódio

Pesquisas e documentos

Leis, normas e regras

Reportagens

Para saber mais…

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), em conjunto com organizações parceiras, organizou um mapa que mostra estabelecimentos que vendem produtos orgânicos vindos diretamente dos produtores rurais. Disponível neste link: https://feirasorganicas.org.br/comidadeverdade/

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro Guilherme Zocchio & Juliana Geitens | Narração Guilherme Zocchio & Juliana Geitens | Edição Victor Oliveira | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora
Trilha sonora Blue Dot Sessions



Especial coronavírus | #
2

No Brasil, na Itália, nos Estados Unidos, na Índia, em praticamente qualquer lugar do planeta, uma cena em comum: brigas por papel higiênico e álcool, carrinhos de compra abarrotados, empurra-empurra nos caixas: em meio a tantos derrotados, o supermercadismo é um dos vencedores claros desses primeiros meses de crise do coronavírus. Analisamos como a dependência absoluta da população em relação às grandes redes de varejo e atacarejo se tornou ainda mais evidente em meio à pandemia.


Entrevistados

  • Funcionários de supermercados (anonimamente)
  • Potira Preiss, integrante do Grupo de Estudos em Agricultura, Alimentação e Desenvolvimento da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Fontes de informação citadas no episódio

Publicações 

  • Cadastro Nacional de Empresas do IBGE
  • Pesquisa de Orçamentos Familiares do IBGE
  • Dados do Ministério Público do Trabalho
  • “Os supermercados vencerão a batalha da comida?”, Folha de S. Paulo, dez. 1970.

Trechos de vídeos utilizados nesse episódio

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro João Peres & Victor Matioli | Narração João Peres & Victor Matioli | Edição Victor Oliveira | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora
Trilha sonora Blue Dot Sessions



Especial coronavírus | #1

A fome causada pela crise do novo coronavírus matará mais gente que a própria doença no Brasil? É cedo para pensar em respostas. Mas as medidas adotadas desde o primeiro dia do governo de Jair Bolsonaro, somadas àquelas tiradas da cartola nas últimas semanas pela equipe econômica, formam uma tempestade perfeita.


Fontes de informação citadas no episódio

Publicações 

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro João Peres & Victor Matioli | Narração João Peres & Amanda Flora | Edição Victor Oliveira | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora
Trilha sonora Blue Dot Sessions



Episódio #7

O que é mais difícil de aguentar? As dores do parto ou os conselhos não solicitados sobre a maternidade? Nesse episódio, falamos sobre como palpites podem prejudicar a amamentação e a introdução alimentar; e sobre um documento do Ministério da Saúde elaborado para tirar as dúvidas sobre esses temas.


Entrevistados

  • Inês Rugani, professora associada do Instituto de Nutrição da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (INU/UERJ). 
  • Sueli Belizario, mãe da Natália Silva.
  • Simone Cogo Fronckowiak, mãe da Juliana Fronckowiak Geitens.

Fontes de informação citadas no episódio

Publicações e pesquisas científicas

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro e narração Natália Silva & Juliana Geitens | Produção e edição Natália Silva | Checagem de fatos João Peres | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora
Trilha sonora Blue Dot Sessions
Esse podcast está no ar graças ao apoio da Fundação Heinrich Böll



Episódio #6

O Brasil se aproxima de uma tragédia mexicana. O desmonte de programas públicos voltados à alimentação, o estímulo infinito ao agronegócio, a desvalorização da cultura alimentar, a precariedade laboral: estamos seguindo a cartilha perfeita para chegar ao cenário que devasta o México desde os anos 1990. Lá, a promessa de combate à corrupção, eficiência e prosperidade não se cumpriu. Os índices de pobreza seguem altíssimos. O diabetes se transformou na maior causa de morte. A indústria de ultraprocessados e o fast-food viraram a comida do dia a dia.


Entrevistados

  • Julieta Ponce, da coalizão Sin Maiz no Hay País, é nutróloga e integra o Centro de Orientação Alimentar do México
  • Mariana Ortega Ramírez, pesquisadora que integra a Alianza por Nuestra Tortilla
  • Blanca Estela Mejia Castillo, diretora do Conselho Reitor da Tortilla Tradicional Mexicana
  •  Alejandro Calvillo, diretor da ONG El Poder del Consumidor
  • Malin Jonsson, da organização Semillas de Vida

Fontes de informação citadas no episódio

Livro

  • Milho, fundamento da cultura popular mexicana, Guillermo Bonfil Batalla (1982)
  • The neoliberal diet, Gerardo Otero (2018)
  • De la milpa a los tortibonos, Kirsten Appendini (1991)

Publicações e pesquisas científicas

  • Joaquín A. Marrón-Ponce, Mario Flores, Gustavo Cediel, Carlos Augusto Monteiro, Carolina Batis. Associations between Consumption of Ultra-Processed Foods and Intake of Nutrients Related to Chronic Non-Communicable Diseases in Mexico, Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics, Volume 119, Issue 11, 2019, Pages 1852-1865
  • Gómez, Eduardo J. “The Transnational and Domestic Contexts Facilitating Sugary Beverage and Fast Food Industry Policy and Research Manipulation in Mexico, Brazil, and India”. Paper prepared for the Annual Meeting of the American Political Science Association, August 30-September 2, 2018, Boston, Massachusetts.
  • Delgado, Juan, Market Structure, Growth and Competition in the Supermarket Sector in Latin America (September 3, 2015). Available at SSRN: https://ssrn.com/abstract=2660118 or http://dx.doi.org/10.2139/ssrn.2660118 
  • Galvez, Alyshia. Eating NAFTA. Trade, Food Policies, and the Destruction of Mexico. Berkeley: University of California Press, 2018.

Para saber mais…

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro João Peres | Narração João Peres & Victor Matioli | Produção e edição Natália Silva | Checagem de fatos João Peres e Moriti Neto | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora
Esse podcast está no ar graças ao apoio da Fundação Heinrich Böll
Trilha sonora Quincas, de Beto Villares (disponível em Free Music Archive) e Blue Dot Sessions



Episódio#5

Comidas extraordinárias e com supostos benefícios à saúde. O que parece uma panaceia, no entanto, não passa de um olhar reducionista que vê a cozinha como uma bula de remédio. Nesta semana no Prato Cheio, vamos falar dos Super-alimentos.


Fontes de informação citadas no episódio

Trechos de áudio

  • Os trechos de propagandas e programas de TV foram retirados de vídeos públicos disponíveis na internet.

Livro

  • Nutritionism, de Gyorgy Scrinis (2013)

Publicações e pesquisas científicas

Para saber mais…

  • Como comentamos no episódio, a tradução da obra de Gyorgy Scrinis será lançada em breve pela Editora Elefante. Vale a leitura.
  • No livro Em Defesa da Comida (2008), Michael Pollan fala sobre os impactos que visões reducionistas da alimentação causaram nos Estados Unidos, que convive com altos índices de doenças crônicas – como obesidade, diabetes e hipertensão.
  • Neste vídeo do The New York Times, Michael Pollan e Michael Moss – autor de Sal, açúcar e gordura (2013) falam sobre alimentos ultraprocessados enquanto observam as prateleiras de um supermercado.

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro João Peres | Narração Amanda Flora & Victor Matioli | Produção e edição Natália Silva | Checagem de fatos João Peres e Moriti Neto | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora
Esse podcast está no ar graças ao apoio da Fundação Heinrich Böll
Trilha sonora Quincas, de Beto Villares (disponível em Free Music Archive) e Blue Dot Sessions



Episódio #
4

Imagina que alguém rouba algo de você. Não algo de valor material, mas de grande valor afetivo. É irrecuperável, né?  Então, a apropriação de identidades e afetos é isso. E daí vale quase tudo. Além de utilizar celebridades, imagens, cores, luzes e músicas impactantes, a publicidade tem usado causas sociais para atingir esses objetivos de consumo e lucro. Tem sido comum ver bandeiras legítimas de movimentos feminista, negro e LGBTQIA+ sendo apropriadas para esses fins. A indústria faz parecer que há um movimento inclusivo na publicidade, mas, via de regra, o que está acontecendo é uma adequação de forma,  nem tanto de conteúdo.


Entrevistados

  • Guilherme Borducchi, publicitário e pesquisador de narrativas em plataformas multimídia.   
  • Thalita Flor, militante do movimento feminista negro, pela alimentação saudável e cozinheira vegana.     

Fontes de informação citadas no episódio

Trechos de áudio

  • As sonoras de publicidades foram retiradas de vídeos públicos disponíveis na internet.
  • Publicidade 1: Sazon, da Ajinomoto, peça “Amor”,  de 1992. 
  • Publicidade 2: Ifood, peça  “Namorada”, da agência NBS, de 2014    
  • Publicidade 3: Sazon, da Ajinomoto, peça “Xô piriguete”, da agência Dentsu, de 2016.     

Livro

Publicações e pesquisas científicas

Para saber mais…

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro e narração Amanda Flora & Moriti Neto | Produção e edição Natália Silva | Checagem de fatos João Peres e Moriti Neto | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora
Esse podcast está no ar graças ao apoio da Fundação Heinrich Böll
Trilha sonora Quincas, de Beto Villares (disponível em Free Music Archive) e Blue Dot Sessions



Episódio #3

Mais uma safra recorde de grãos! O Brasil do agro é pop parece ter muito a comemorar. Mas, onde entra soja, gado e milho, alguma coisa tem de sair. Já se foi o Cerrado. Já se vai a Amazônia. O arroz, o feijão, a mandioca estão na lista: nosso consumo per capita caiu consideravelmente ao longo das últimas décadas. Fomos a Belo Horizonte e ao Vale do Ribeira, no interior de São Paulo, mostrar por que nossa cultura alimentar está tão ameaçada. E por que preservá-la não é uma questão de saudosismo, mas de identidade.


Entrevistados

  • Vandir Rodrigues dos Santos, morador do quilombo Ivaporunduva
  • Patricia Brito, banqueteira e pesquisadora em alimentação ancestral
  • João da Mota, morador do quilombo Nhunguara
  • Maria Tereza Vieira, moradora do quilombo Nhunguara


Fontes de informação citadas no episódio

Trechos de áudio

  • Quem canta a música do início do episódio é o João Rosa, do Quilombo Sapatu. A captação foi feita pelo Instituto Socioambiental (ISA), que disponibiliza no Youtube vários vídeos sobre a cultura quilombola.
  • A paródia com o discurso da Dilma foi feita pelo Timbu Fun e está disponível no Youtube.
  • As sonoras de publicidades foram retiradas de vídeos públicos disponíveis na internet.

Livro

  • A culinária caipira da Paulistania, de Carlos Alberto Doria (2018)

Publicações e pesquisas científicas

  • O Censo Agropecuário 2017 está disponível no site do IBGE.


Para saber mais…


Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro João Peres | Narração João Peres & Natália Silva | Produção e edição Natália Silva | Checagem de fatos João Peres e Moriti Neto | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora
Esse podcast está no ar graças ao apoio da Fundação Heinrich Böll
Trilha sonora Quincas, de Beto Villares (disponível em Free Music Archive) e Blue Dot Sessions



Episódio #2

A fome ainda assombra o Brasil, mas não é mais a mesma de anos atrás. Neste episódio, contamos como esse problema foi mudando ao longo do tempo e qual é a situação do país hoje. Conversamos com Elisabetta Recine, ex-presidente do Consea, e Elza Soares, que sentiu esse drama na pele.


Entrevistados

  • Elisabetta Recine, professora da Universidade de Brasília e ex-presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea).
  • Elza Soares, cantora e compositora.


Fontes de informação citadas no episódio

Trechos de áudio

Livro

  • Geografia da Fome, Josué de Castro (1946)

Publicações e pesquisas científicas


Para saber mais…

  • Neste texto explicamos,  ainda durante as eleições de 2018, por que Jair Bolsonaro representava uma ameaça para a segurança alimentar no Brasil.
  • Nossa série Fome de Mentira mostra como essa ameaça se concretizou com rapidez, e hoje o país se encontra sob o risco de voltar ao Mapa da Fome. 
  • O documentário Josué de Castro – Cidadão do Mundo, disponível no Youtube, conta a história do médico que redefiniu o debate sobre esse assunto no Brasil e no mundo.
  • A Agência Pública publicou uma série de reportagens especiais sobre a fome no país. Uma delas explica bem o que é a fome oculta.
  • Este artigo científico reúne as políticas de combate à fome desde Getúlio Vargas até Lula. Boa parte das informações do episódio foram retiradas daqui.


Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro, produção e edição Natália Silva | Narração Amanda Flora e Natália Silva | Checagem de fatos João Peres & Moriti Neto | Design Denise Matsumoto | Mídias sociais Amanda Flora
Esse podcast está no ar graças ao apoio da Fundação Heinrich Böll
Trilha sonora Quincas, de Beto Villares (disponível em Free Music Archive) e Blue Dot Sessions



Episódio #1

O que são alimentos ultraprocessados? E por que devemos evitá-los? Neste episódio, contamos a história de como essa comida que não é comida ganhou espaço na nossa vida e o que sabemos até agora sobre os impactos que ela tem na nossa saúde. Entrevistamos Maria Laura Louzada e Carlos Monteiro, pesquisadores do Nupens/USP. 


Entrevistados

  • Carlos Augusto Monteiro, professor da Faculdade de Saúde Pública da USP e coordenador do Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde (Nupens)
  • Maria Laura Louzada, professora da Faculdade de Saúde Pública da USP e pesquisadora do Nupens.


Fontes de informação citadas no episódio

Livros

  • Crônicas da Guerra na Itália, Rubem Braga (1985)
  • Sal, açúcar, gordura, Michael Moss (2013)

Publicações e pesquisas científicas

  • Para saber mais sobre a classificação de alimentos por grau de processamento, acesse gratuitamente o Guia Alimentar para a População Brasileira, publicado pelo Ministério da Saúde em 2014. 
  • As Pesquisas de Orçamento Familiar (POF) estão disponíveis no site do IBGE
  • Um documento coordenado por Carlos Monteiro e publicado pela FAO compila todas as evidências científicas contra o consumo de ultraprocessados. Para saber mais, leia o texto que publicamos no site.


Para saber mais…

  • Neste texto, falamos sobre o risco de a comida saudável se tornar mais cara do que os produtos ultraprocessados nos próximos anos.
  • Neste outro aqui, descrevemos uma pesquisa que mostra uma boa estratégia para afastar os jovens da comida porcaria.
  • Aqui, contamos como cientistas patrocinados por fabricantes de ultraprocessados tentam desacreditar pesquisas contrárias a esses produtos. 
  • Para quem gosta de documentários, a produção Muito Além do Peso (2012) ilustra como a obesidade e a publicidade de ultraprocessados estão entrelaçados. O filme está disponível no Youtube.


Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro Victor Matioli | Produção e edição Natália Silva | Checagem de fatos João Peres & Moriti Neto | Design Denise Matsumoto | Mídias sociais Amanda Flora
Esse podcast está no ar graças ao apoio da Fundação Heinrich Böll 
Trilha sonora Quincas, de Beto Villares (disponível em Free Music Archive) e Blue Dot Sessions